segunda-feira, 8 de setembro de 2008

A cegueira branca






A gente cresce ouvindo muitas coisas a respeito do que é o sucesso: ser muito conhecido, ter muito prestígio, poder, ter dinheiro, etc, etc.


Conceitos. 


Sempre relacionados a coisas materiais direta ou indiretamente. Muito coerente, afinal vivemos numa sociedade materialista e num sistema altamente consumista. 
E assim, vamos seguindo, sempre às voltas com a tal idéia de sucesso. A mídia empurrando o sonho de sucesso goela abaixo. A maioria engolindo sem pensar.  
Hoje, onde é quase obrigatório ter sucesso, e "esse" tal modelo de sucesso, poucos param pra repensar de fato o que é "sucesso" na vida de alguém. Se você cresce com o paradigma estabelecido, fica uma vida correndo atrás do sonho, que nem seu não é, mas uma espécie de cegueira coletiva.Tal qual a cegueira branca de Saramago*. 
Muitos chegam lá, e alcançam as metas pré-estabelecidas. Mas qual seu espanto ao descobrir que falta algo, e o bem estar perseguido não vem colado ao objetivo alcançado.Tédio. Solidão. Desconforto. 
É preciso parar. Parar pra olhar pra dentro. Parar de correr. Parar de imitar comportamentos, modelos, estereótipos. Sentir quem somos de verdade. O que precisamos entender, pra descobrir a nossa própria maneira de ser feliz no mundo e encontrar nosso próprio modo de viver.Isso é de fato uma atitude bastante ousada. Pois "nosso" verdadeiro sucesso pode ser algo muito diferente daquilo imposto pelos outros, com modelo a ser alcançado. Podemos nos satisfazer com muito pouco. Com coisas muito simples. Nosso modelo de sucesso pode estar muito longe da sofisticação, do status e da quase-obrigatoriedade de estar in. 
E aí podemos não nos encaixar mais. 
E quando isso acontece é preciso estarmos preparados.Termos confiança na próprias verdades, pra não sucumbir novamente ao apelo fácil do sonho-sucesso-consumo. Do pertencer ao grande grupo, sonhando igual. 
Estar no mundo verdadeiramente é estar só. Pois cada ser tem seu próprio modo de pecebê-lo e de vivencia-lo. Quanto tomamos a atitude de seguir nosso próprio caminho, fazemos nossas escolhas baseados naquilo que somos de verdade e então o real sucesso acontece, porque estamos em sintonia com nós mesmos. 


*Cegueira referente ao livro de José Saramago: ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA.Uma cegueira coletiva atinge todos os habitantes de um lugar imaginário.E seus piores instintos aparecem.